Marketing de Conteúdo | Semear para poder colher

04 out 2018
Marketing de Conteúdo | Semear para poder colher

Imagine que está naquele primeiro jantar romântico. No preciso momento em que ganhou coragem para se declarar, alguém toca-lhe no ombro e diz “quer comprar, quer comprar?”

Se também é daquelas pessoas que se incomoda quando lhe tentam vender alguma coisa, esteja descansado: não está sozinho. Na verdade, a abordagem comercial pura e dura há muito que deixou de ser eficaz na estratégia de comunicação de um produto ou serviço. Contudo, a ânsia das marcas em levar a água ao seu moinho tem gerado dores de cabeça na hora de pôr o pão na mesa.

 

Estratégia de conteúdos, para que te quero?

Assim que o marketing digital passou a estar nas bocas do mundo, as empresas esfregaram as mãos de contentes ao pensar: “mais um canal de vendas? Já cá canta!” Só que não... O consumidor de hoje, mais informado e exigente do que nunca, não se deixa ir pela canção do engate. Mas calma, há esperança! Para que a sua marca encontre o caminho da autoridade digital, o consultório da Bluesoft apresenta-lhe a solução: marketing de conteúdos + tecnologia Google Friendly + SEO.

Actualmente, 75% dos consumidores recorrem a pesquisas na internet antes de efectuarem uma compra. Perante a overdose de informação a que estes são sujeitos, tomar a decisão correcta é um autêntico ver se te avias! Nesse sentido, as marcas necessitam de vestir a pele do seu público-alvo e facilitar-lhes a vida. Como? Através da criação de conteúdos relevantes que vão de encontro às suas necessidades.

 

Diz-me quem és e dir-te-ei o que precisas

Imaginem o complicado que é tentar impressionar uma pessoa sem saber nada sobre ela ... O que é que lhe vamos dizer? As vozes da sabedoria dizem que mais do que falar, é importante saber ouvir. Para isso, é imprescindível caracterizar o comportamento do público-alvo e as keywords correctas nas plataformas online: o que o motiva? O que o preocupa? Do que fala e com quem fala? Este é o ponto de partida para uma marca adaptar a sua mensagem de forma a criar real valor na vida do seu consumidor.

Ora o primeiro passo está dado: já sabemos o que dizer à tal pessoa para iniciar a relação. Agora cabe-nos encontrá-la no sítio certo à hora certa! Ou seja, distribuir os conteúdos nos canais por onde o nosso consumidor navega: redes sociais, blog, motores de busca, entre outros. Se aliarmos estas boas práticas a investimentos de pontaria certeira, qualquer marca estará mais próxima de se tornar uma referência digital dentro do seu sector de actividade.

 

Consistência: plantar, regar e ver crescer

Após algumas conversas com a sua apaixonada(o), pergunta-se a si mesmo: “então mas quando é que eu a peço em namoro?” Nós percebemos a inquietação mas Shakespeare, homem pródigo nestas questões do amor, já escrevia que “a paciência é a mais nobre e gentil das virtudes.”

Nos dias de hoje, todos sabemos que relações que duram para a vida estão pelas ruas da amargura. De qualquer das formas, a Bluesoft é uma romântica incurável. Acreditamos que com conteúdos relevantes, contínuos e bem otimizados, as marcas conseguirão manter a chama acesa com o seu público-alvo. Felizmente, casos de sucesso não nos faltam e revelam que é possível ter rentabilidade no mundo digital.

O conteúdo planta relações e as relações são regadas com doses diárias de confiança. No fim do dia, são elas quem farão crescer o seu negócio.

partilhe
Subscrever Blog
Subscrever Blog

Acompanhe o nosso Blog