Web Design e SEO
23 dez 2021

Web Design e SEO

Web design e SEO são duas faces da mesma moeda que levam a sua empresa, marca ou negócio até ao topo das SERP – Search Engine Results Page.

Afinal, de que lhe vale aplicar as melhores técnicas de SEO, se depois o web design acaba por afastar os utilizadores dos seus conteúdos? Por outro lado, de que lhe vale ter o site mais bonito da cidade, se depois ninguém o encontra de forma orgânica?

Web design e SEO são duas áreas do marketing digital que se complementam na perfeição. Em conjunto, são mesmo responsáveis por levarem o tráfego orgânico do seu site para outro nível: o patamar da primeira página do Google.

Neste artigo, vamos explicar como pode aliar web design e SEO, de modo a obter vantagens sobre a sua concorrência. Mas, mais do que isso, vamos explicar exatamente como o web design afeta o SEO, quais os princípios que deve aplicar na sua conjunção e ainda como pode verificar que tudo se encontra em ordem para que os seus resultados comecem a aumentar.

Comecemos por sublinhar a importância do web design para o SEO.

 

Importância do web design para o SEO

A importância do web design para o SEO é dupla.

É tanto técnica, como estética. Por muito que todas as outras equipas se esforcem para que o site esteja tecnicamente otimizado, isso de pouco vale sem uma componente visual e estética capaz de atrair e manter os utilizadores.

Por isso mesmo, a maior importância do web design para o SEO acaba por ser essa: a reputação da sua empresa.

A escolha de layouts, de cores, fontes e imagens deve ser feita de acordo com os valores da sua empresa e público-alvo. Como em tudo no marketing digital, a experiência do utilizador (Ux) e a User Interface (UI) estão sempre em primeiro lugar.

Contudo, deve existir um equilíbrio perfeito entre web design e SEO. Ou seja, técnica e estética devem andar lado a lado. Para isso, existem alguns princípios básicos.

 

Princípios de web design para SEO

O primeiro princípio de web design para SEO a reter é simples: ambos devem ser pensados em conjunto, desde o início.

Porque se refere a otimizações, muitas empresas deixam o SEO para depois do web design. A história das alterações a um determinado site podia ser muito menor, caso o SEO e web design tivessem trabalhado em conjunto, desde o início.

Isto é particularmente verdadeiro no que toca à navegação e estrutura de um site: outro dos princípios do web design para o SEO.

A arquitetura de informação é talvez o ponto onde web design e SEO melhor se complementam. 

O primeiro foca-se na experiência do utilizador, planeando a forma como os conteúdos são apresentados; o segundo analisa essa estrutura, do ponto de vista da sua otimização, hierarquizando-a de acordo com as necessidades do algoritmo do Google.

Neste ponto, diz-nos a experiência que os melhores resultados se encontram na simplicidade. Outro dos princípios de web design para SEO está na tecnologia utilizada. A melhor forma de explicarmos isto, é com uma pergunta: lembra-se do Flash?

O Flash era uma ferramenta muito utilizada para a criação e construção de sites. As possibilidades que oferecia aos criadores eram imensas.

O problema é que os algoritmos dos motores de pesquisa como o Google não foram capazes de os “rastrear” e isso complicou a indexação de sites em Flash.

Conclusão? Sites construídos em Flash tiveram de ser reconstruídos de raiz até ao final de 2020, data em que a ferramenta deixou de funcionar.

Poder-se-ia argumentar que esta tecnologia estava muito à frente do seu tempo.

É possível, mas a conclusão mantém-se: à medida em que o Search Engine Optimization e o tráfego orgânico vão ganhando cada vez mais importância, mais web design e SEO têm de unir esforços para encontrarem soluções que funcionem tanto do ponto de vista da experiência do utilizador, como do ponto de vista da otimização.

Até aqui, vimos como o web design e SEO devem trabalhar em conjunto para conseguirem equilibrar técnica e estética. Contudo, existem formas de o web design afetar diretamente o aspeto técnico do SEO.

 

Como o web design afeta o SEO?

Assumindo os princípios básicos referidos no ponto anterior, existem ainda algumas formas de o web design afetar o SEO diretamente.

A primeira é o responsive design. Hoje em dia, os utilizadores acedem à internet a partir de várias origens, desde o desktop até à televisão. Contudo, é nos smartphones que se notam os maiores aumentos, em termos de acesso.

Logo, todos os conteúdos do seu site devem estar prontos para serem apresentados em qualquer um dos dispositivos que possam ser utilizados. Aliás, a compatibilidade dos conteúdos é mesmo um fator de rankeamento assumido pela Google.

Para que isso aconteça, precisa de ter em atenção alguns pontos, nomeadamente aqueles associados às AMP – Accelerated Mobile Pages.

Outro ponto muito importante sobre como o web design afeta o SEO é o Alt Text ou texto alternativo. O alt text deve ser aplicado às imagens utilizadas no site, de modo que o algoritmo do Google seja capaz de as interpretar devidamente.

 

Como verificar se web design e SEO estão alinhados?

Verificar se web design e SEO estão alinhados implica a utilização de ferramentas que comprovamos que o seu site está de acordo com as melhores práticas de SEO. 

Embora estas ferramentas se foquem mais no lado do Search Engine Optimization, é aqui que encontra outros aspetos ligados ao web design. 

O Screaming Frog é uma dessas ferramentas.

Nela, pode analisar a quantidade de imagens utilizadas no site ou o tempo de resposta da página. A análise de velocidade da página, pode igualmente ser feita numa outra ferramenta da Google, chamada PageSpeed Insights que lhe oferece um relatório com recomendações de otimização.

Mesmo assim, lembre-se que é o utilizador que está sempre em primeiro lugar e que existem algumas recomendações que podem não fazer sentido a longo prazo.

Equilibrar web design e SEO é uma tarefa delicada, mas com ganhos em tráfego orgânico que compensam todo o esforço realizado.

Se a sua empresa estiver interessada em mais formas de chegar ao topo das páginas de resultados do Google, fale connosco.


Tiago Simonette Teixeira | Bluesoft

partilhe